APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aquui: LARISSA GARCIA - SUZANA NICOLINI - ANNA FLÁVIA - LUANA MAÍSA - MILENA AMÂNCIO - LAURA SALVATE - IASMYN GOMES - FRANCIELLY KOGLER - LIDIANE TRAVASSOS - PATTY NAYRIANE - ELLYN FONSECA - BEATRIZ MENDONÇA - TAYSA SILVA - MARIELLA PAOLA - MARY FERNANDES - DANIELLE MEIRA - *Thays e Thamirys - ELLEN SOARES - DARLENE SOARES - MILENA RILANI - ISTEFANY GARCIA - ARYY SILVA - ARIANE SILVA - MAYARA TEIXEIRA - MAYARA TAKATA - PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA LIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - JOSIANE MEDEIROS - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADES - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 07 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Conheça a Pedra do Ingá


Se um dia você tiver a graça de visitar a Paraíba, faça por aquele estado, entre as tantas opções, um turismo diferente, curioso e intrigante, vá visitar a singularidade existente no pequeno município de Ingá, distante 85 km da capital João Pessoa. Nesta localidade se encontram as obras rupestres da pedra do Ingá, um paredão rochoso às margens deste honrado rio que dá nome ao município.

Trata-se no entanto de inscrições desenhos e formas, tudo em auto relevo, gravadas em um muro de gnaisse lavrado de 18 metros de comprimento por 2,8 metros de altura, e que a séculos vem despertando o estudo de curiosos, astrônomos, arqueólogos, ufólogos e leigos de toda a natureza.

Estima-se que as obras esculpidas na pedra do Ingá ultrapassem os cinco mil anos, sua autoria, no entanto, é desconhecida e abre campo para as mais variadas especulações. Acredita-se que os trabalhos feitos nesta pedra, seja obra dos fenícios numa suposta visita desses exímios navegadores a terras paraibanas, num tempo muito antes de Cabral.

Outros pesquisadores afirmam que sejam os egípcios os autores, uma vez que as figuras se assemelham e coincidem com outras existentes e datadas do Egito antigo. Alguns até atribuem a autoria aos povos cariris, nativos que habitavam a região antes da chegada dos navegantes europeus, já, há quem arrisque dizer que as obras rupestres da pedra do ingá, seja trabalho de povos extra-terrestres, que mantiveram contato com os homens pré históricos do nosso planeta. Outros inda mais, dizem que as figuras da pedra do Ingá, representam as constelações zodiacais, evidenciando o aprimorado conhecimento dos antigos nativos com a astronomia.

Um dos pontos curiosos do trabalho existente na pedra do Ingá, é a técnica usada em sua
confecção, todo em auto e baixo relevo, oriundas de um tempo em que o homem deste planeta desconhecia o metal.
Que ferramentas foram usadas para desenharem as figuras na pedra do Ingá?
O que pode ter motivado seus autores a tão minucioso trabalho?
Estas são duas das tantas perguntas que permeiam as mentes curiosas dos que se deparam e conhecem a pedra do Ingá, um fenômeno que por muito ou pra sempre vai estar entre os grandes enigmas da humanidade.

Portanto prezado amigo(a), se um dia você estiver na Paraíba, visite a pedra do Ingá, um fenômeno que merece atenção e instiga a curiosidade de todos, um verdadeiro patrimônio histórico. A obscuridade do seu significado é a motivação maior para o turismo e um orgulho não só de ingaenses e paraibanos, mas, de todos nós brasileiros.

Por: Mateus Brandão de Souza. Graduado em História pela FAFIPA.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

O INCIDENTE ROSEWLL

Companhia diz ter protótipo de artefato eletrônico baseado em tecnologia alienígena American Computer Company reproduz relato afirmando que transistor resultou de pesquisasnum disco voador acidentado em Roswell em 1947.

Qualquer que seja a vertente na polêmica sobre o chamado "Incidente de Roswell", todos são obrigados a concordar, pelo menos, com um fato indiscutível: algo despencou do espaço na noite de 4 de julho de 1947 e espatifou-se num dos muitos barrancos da paisagem desértica do município de Roswell, Novo México, EUA.

Um impacto direto e que deixou sinais ainda visíveis. Muita gente garante que o veículo desastrado era um disco-voador. Mas a Força Aérea dos Estados Unidos, seguindo a linha oficial do governo, assegura que tudo não passa de um mal-entendido. Nem todos acreditam: a rede de TV CNN recentemente pesquisou 1.024 pessoas sobre o assunto. Segundo esta enquete, 54% acham que existe vida fora da Terra. Desses, nada menos do que 80% estão convencidos de que o governo esconde fatos ocorridos em Roswell. Conta-se que morreram entre quatro e seis criaturas. Seres extraterrestres, baixinhos cabeçudos, com enormes olhos negros e oblíquos.

No dia seguinte, militares da base aérea foram até o local do incidente, o rancho Hub e recolheram alguns destroços. A operação foi feita de modo secreto. Um cordão de isolamento foi estabelecido na rodovia US 285, impedindo a entrada na estrada vicinal que dá acesso ao rancho. Muita gente viu essa barreira. E a tarefa de limpeza teria ficado guardada sob sigilo se, a pouco mais de 50 quilômetros dali, outros destroços não estivessem sendo recolhidos por outras mãos.

No dia 6 de junho, MacBrazel, um empregado do rancho Foster, foi ver como estavam as ovelhas. Havia chovido e relampeado muito durante a madrugada e os bichos poderiam estar nervosos. Em meio ao pasto, Brazel encontrou o que parecia ser pedaços de uma aeronave. Ele juntou tudo, num total que calculou pesar dois quilos e meio. Os destroços foram tirados das mãos de Brazel pelo major Jesse Marcel, que antes de levar tudo para seus supervisores passou em casa e mostrou os objetos à família. O filho do major é hoje um médico de 60 anos e mora em Montana. Ele diz que lembra bem do episódio: "...meu pai chegou excitado dizendo que a Força Aérea tinha achado um disco-voador. Mostrou à minha mãe e a mim umas barras finas e varetas feitas de um metal muito leve. Havia também umas folhas de algo que parecia papel alumínio, mas não amassava. Vi distintamente numa das barras sinais que lembravam hieróglifos. Não tenho dúvida de que fosse algo alienígena".

Outra grande testemunha que dá munição às fileiras dos que acreditam no OVNI é alguém que entende muito de mortos. Glenn Dennis é o mais renomado papa-defuntos da cidade desde a época do incidente. Ele jura que foi chamado pelo pessoal da base para ensinar, pelo telefone, as técnicas de construção de sarcófagos para criança, herméticamente fechados. Conclui-se com isso que os militares estavam arranjando meios para transportar os pequeninos ETs para a base de Fort Worth, no Texas. Glenn também diz que teve contato com uma enfermeira de nome Naomi Self. Esta moça teria auxiliado nas autópsias feitas nos cadáveres dos ETs e contou horrores para o agente funerário.

Há três anos um produtor inglês revelou ao mundo o suposto filme da autópsia dos ETs que teriam sido recolhidos no acidente. O documentário chamava-se The Santilli alien autopsy film. Na ocasião a necropsia foi saudada como tão espetacular quanto o quadro Lição de Anatomia (1632), do pintor flamengo Rembrandt. Houve muito rebuliço e o filme foi exibido em muitos países, inclusive no Brasil. Mas os analistas acabaram por desmoronar a fraude e denunciar erros grotescos.

Nos EUA persiste o interesse pelos encobrimentos, colisões e a hipótese extraterrestre.

Novas descobertas, novos documentos, novos boatos e novos casos emergem regularmente. A ufologia, logre ou não êxito em se instaurar ou resolver suas divergências, sem dúvida está numa fase que talvez seja o seu período mais intenso.



quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Machu Pichu


No dia 24 de junho de 1911, Machu Pichu foi descoberta oficialmente pelo historiador americano Hiram Bingham, patrocinado pela Universidade de Yale e pela National Geographic. Inicialmente o objetivo do historiador era de achar uma outra cidade perdida: Vilcabamba. Mas ele teve a sorte de achar Machu Pichu que ficou escondida durante 300 anos. Machu Pichu quer dizer "montanha velha", o mesmo nome da montanha onde fica localizada, a 112 km de Cuzco, e a 2.430m de altitude. Faz parte do "Santuário Histórico de Machu Pichu", uma unidade de conservação do Governo peruano criada em 1981 para proteger os recursos naturais e culturais de elevado valor científico e histórico.

A cidade inca possui um setor agrícola separado da área urbana por um tipo de fosso seco que aproveitava de uma falha geológica. Essa é uma área de terraços que servia tanto para o cultivo de batatas, quanto para evitar a erosão das encostas. Existia lá também sistemas de irrigação como aquedutos que levava a água das montanhas à cidade de Machu Pichu. O setor urbano que apresentava 200 habitações, incluindo templos, praças e centros de estudos astronômicos, abrigava mais ou menos umas 400 pessoas, e tinha também algumas habitações de menor e maior porte, sendo este destinado a altos designatários. O setor industrial, provavelmente era dedicado ao cultivo de grãos e fabricação de produtos de origem animal. Machu Pichu apresenta uma grande quantidade de templos, reconhecíveis pela qualidade de suas obras e pelo acabamento rebuscado. Em um desses templos existe um desenho de uma cruz escaliforme, que é o mesmo encontrado em Ollantaytambo, no Peru e nas ruínas de Tihuanaco, na Bolívia. O que prova que o Império Inca ultrapassava os limites das ruínas de Machu Pichu.

Dentre todas as atividades praticadas na cidade inca, a que mais se destaca é a atividade astronômica dos incas e sua precisão nos cálculos dos solstícios e equinócios. Um exemplo disso é um templo existente em Machu Pichu. Nesse templo, que tem o nome de Templo do Sol, existe apenas uma janela, que é iluminada pelos primeiros raios de sol, exatamente às 7h15m da manhã de 21 de junho, início do solstício de inverno. Mas é óbvio que os incas não se destacaram somente por isso. Eles realizaram diversas proezas em outros campos. Infelizmente os incas não tinham a escrita, o que dificulta a compreensão de sua história e de sua cultura. Para muitos cientistas, a cidade teria sido um centro de sábios, representantes da elite, sacerdotes e sacerdotisas. E que era frequentemente visitada por peregrinos que iam render homenagens aos deuses a às forças da natureza. Até hoje não se sabe qual teria sido o fim do povo inca.

A cidade de Machu Pichu não guarda nenhuma pista do paradeiro de seus habitantes. E como já disse antes eles não possuiam escrita, o que dificulta ainda mais a descoberta desse enigma. Para muitos, os habitantes teriam sido pouco a pouco dizimados por uma peste, mas não se sabe qual peste teria sido essa. Outros dizem que os incas teriam se refugiado na selva amazônica, talvez pressentindo a chegada do inimigo e mais tarde mortos pelo conquistadores espanhóis. Foram descobertos em Machu Pichu corpos mumificados de 164 pessoas. Acredita-se que 102, desses 164 corpos seriam de mulheres adultas, 22 de homens adultos, 11 de jovens. E desses 11 corpos de jovens, 7 seriam femininos e 4 masculinos.


quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Minha dica de viagem de férias


“Eu moro há cinqüenta metros do céu”

A frase é de Chico Soró, um dos personagens mais típicos e populares de Marilena, um pequeno município paranaense que faz divisa com os estados de São Paulo e Matogrosso. Marilena preserva muito das características interioranas que fazem tanta falta aos que vivem nos grandes centros...


Por: Marcos Valnei de Souza.

Ali vive um povo simples, amigo e hospitaleiro...

Uma cidade escolhida pela natureza para abrigar o encontro dos Rios Paraná que vem do Matogrosso e Paranapanema que desce de São Paulo.

No Bico do Pontal, dois gigantes se fundem e seguem abraçados...

Um abraço testemunhado por ilhas, pássaros e demais espécies que compõem a flora e a fauna daquele lugar abençoado...

Andar de barco por aquela imensidão azul é estar em comunhão com Deus...

As águas cristalinas te oferecem um banho de rei com direito a escolher o sol ou a sombra como companhia...

Variadas espécies de peixes, fazem de Marilena, um município com potencial para a pesca profissional ou esportiva...

Turistas das mais diversas regiões começam a descobrir as praias de água doce que o Paranapanema e o Paranazão oferecem...

Incontáveis ilhas salpicam de verde aquelas águas...

Tem a Óleo Cru, uma das maiores de água doce do mundo. Mas a mais charmosa é a pequena Ilha do doutor Gilmar...

Alí, você fica entre três estados; Paraná, Matogrosso e São Paulo...

A cerveja é gelada e o abraço é quente...

O sorriso é franco e a amizade é pra sempre...

A culinária é variada e o paladar agradece...

A paisagem é linda e os momentos inesquecíveis...

Este paraíso fica a 150 km de Maringá e a 590 de Curitiba...

Visite Marilena e descubra porque Chico Soró mora a cinqüenta metros do céu...


Veja o clipe da música Menina dos Rios composta por Tiago Oliveira e Marcos Valnei em homenagem a Marilena.

Você verá imagens que certamente despertarão em você uma vontade imensa de conhecer de perto os encantos da menina dos rios...


terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Pseudo burguês


Esta postagem vai pra você, pseudo burguês que anda por aí dando uma de bacana. Você que ganha seus novecentos contos e quer se comportar com quem ganha no mínimo cinco mil reais.

É importante falarmos de você, pseudo burguês que rasga seda para os ricos e não se dá conta que eles te detestam, pois se você não sabe, o verdadeiro burguês não gosta de pobre. Nos dirigimos a você, que se ilude com esta paranoia de pensar que é rico, você, com seu “tenão da Nike¹”, sua camiseta da Acostamento, ou sua calça da Colcci comprada em 15 “suaves parcelas”.

Você, que diz que faz e acontece, mas, não faz ideia o quanto todos zombam de você nesta sua auto avaliação de viajar em seu planeta imaginário pensando que engana Deus e o mundo ao se dizer que é o pegador e que já transou com todas as meninas da cidade.

Queremos aqui, nos dirigir a você, pseudo burguês do celular de última geração, porém, sem crédito, você que paga pau com o carro que seu pai comprou a duras penas e que as prestações exorbitantes causam insônia em seu pobre velho. Pseudo burguês que liga o som do carro do papai a toda altura e à noite, desfila no bobódramo² da cidade pensando que toda a galáxia está morrendo de inveja de você.

Nossa homenagem a você rei da hipocrisia, com sua mente cheia de vento, você que se julga esperto, inteligente enquanto o resto das pessoas do mundo inteiro são idiotas. Você sabichão que dispensa conselhos e acha que ter uma vida desregrada é viver intensamente.

Pseudo burguês do mundo da lua, o alienado que mais dias menos dias quebrará a cara e nem assim aprenderá, pseudo burguês que é marginalizado e nem se dá conta disso.

Enfim, nossa homenagem a você, pseudo burguês de mente oca, cuja inteligência é uma mata virgem e jamais desbravada, você que sabe que não tem onde cair morto, mas vive nesta alucinação de pensar que é rico.

Um viva a você, garoto que se acha o tal, mas na verdade, oferece ampla margem para as pessoas te ridicularizar enquanto você pensa que está abafando e que é o dono do mundo.

Continue assim, mas aprenda se for capaz que, viver é melhor que sonhar.

Mateus Brandão de Souza, pobre financeiramente e graduado em história pela FAFIPA.


*1-Tenão da Nike: Tênis novo da marca Nike é o sonho de consumo de todo pseudo burguês.
*2-Bobodramo: Local da avenida onde os bobos ficam desfilando com o carro, subindo e descendo por dezenas de vezes consecutivas tentando chamar a atenção de alguém.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O Mapa de Piri Reis



Em 9 de novembro de 1929, enrolado em uma prateleira empoeirada do famoso Museu Topkapi, em Istambul, dois fragmentos de mapas foram encontrados. Tratava-se das cartas de um almirante turco, Piri Reis, célebre heroi(para os turcos) e pirata(para os europeus), que nos deixou um extraordinário livro de memórias intitulado Bahrye, onde relata como preparou estes mapas.

Sua obra já era conhecida há muito tempo, mas somente adquiriu importância após a descoberta de tais cartas, ou melhor, após as cartas e o livro terem sido confrontados e averiguados sua veracidade.

Descendente de uma tradicional família de marinheiros, suas façanhas contribuiram para manter alto no Mediterrâneo o prestígio da marinha turca. Em sua obra são descritas em detalhes as principais cidades daquele mar e apresenta ainda 215 mapas regionais muito interessantes. Afirma ainda em sua obra que: "a elaboração de uma carta demanda conhecimentos profundos e indiscutível qualificação".

No prefácio de seu livro Bahrye, Piri Reis descreve como se baseou e preparou este tão polêmico mapa, na cidade de Galibolu, entre 9 de março e 7 de abril de 1513. Declara aí que para fazê-las estudou todas as cartas existentes de que tinha conhecimento, "algumas delas muito antigas e secretas". Eram mais de 20, "inclusive velhos mapas orientais de que era, sem dúvida, o único conhecedor na Europa".

Piri Reis era um erudito, e o conhecimento que tinha das línguas espanhola, italiana, grega e portuguesa, muito o auxiliou na confecção das cartas. Possuia inclusive um mapa desenhado pelo próprio Cristóvão Colombo, carta que conseguira através de um membro de sua equipe, que fora capturado por Kemal Reis, tio de Piri Reis.

Os mapas de Piri Reis são uma preciosidade ilustrados com imagens dos soberanos de Portugal, da Guiné e de Marrocos. Na África, um elefante e um avestruz; lhamas na América do Sul e também pumas. No oceano, ao longo dos litorais, desenhos de barcos. As legendas estão grafadas em turco. As montanhas, indicadas pela silhueta e o litoral e rios, por linhas espessas. As cores são as convencionalmente utilizadas: partes rochosas marcadas em preto, águas barrentas ou pouco profundas por vermelho.

A princípio não lhes foram atribuidas o devido valor. Em 1953, porém, um oficial da marinha turca enviou uma cópia ao engenheiro-chefe do Departamento de Hidrografia da Marinha Americana, que alertou por sua vez Arlington H. Mallery, um especialista em mapas antigos. Foi então quando o "caso" das cartas de Piri Reis veio a tona.

Mallery fez estudar as cartas por algumas das maiores autoridades mundiais do assunto, como o cartógrafo I. Walters e o especialista polar R. P. Linehan. Com a ajuda do explorador sueco Nordenskjold e de Charles Hapgood e seus auxiliares, chegaram a uma conclusão sobre o sistema de projeção empregado nos mapas que fora então confirmada por matemáticos: embora antigo, o sistema de Piri Reis era exato. Além disso, o mapa traz desenhadas, na parte da América Latina, algumas lhamas, animais desconhecidos na Europa, àquela época.

Também as posições estão marcadas corretamente, quanto à sua longitude e latitude. O mais impressionante é que até o século 18, os navegadores corriam risco de que seus barcos batessem em litorais rochosos, pois lhes faltava algo. A capacidade de calcular a longitude. Para isso necessitavam de um relógio extremamente preciso. Somente em 1790 o primeiro relógio marinho preciso foi inventado e os navegadores puderam saber sua posição nos mares.

Comparado a outras cartas da época, o mapa de Piri Reis as supera em muito.

A análise das cartas de Piri Reis esbarrou em outra polêmica: se tudo ali aparece representado com notável exatidão, então como explicar as formas das regiões árticas e antárticas, diferentes das da nossa era? O resultado das pesquisas é incrível. As indicações cartográficas de Piri Reis mostram a conformação das regiões polares exatamente como estavam à mostra antes da última glaciação. E de maneira perfeita. Confrontando as indicações dos mapas com os levantamentos sísmicos realizados na região em 1954, tudo batia em perfeita concordância, exceto por um local, o qual Piri Reis indicava por duas baías e o mapa recente, terra firme. Realizados novos estudos, verificou-se que Piri Reis é que estava certo. O estudioso soviético L. D. Dolgutchin julga que as duas cartas foram elaboradas após a derradeira glaciação terrestre, com o auxílio de instrumentação avançada; o que nada nos esclarece.

Levando-se em conta a história como nos é contada e aos conhecimentos que temos em mãos, fica a pergunta: de onde vieram estes instrumentos e como existiriam tais instrumentos antes de Colombo?

A resposta deve estar nos "mapas antigos e secretos" que ele usou como orientação para suas cartas. Estudos mostram que a glaciação dos pólos ocorreu depois de uma época situada aproximadamente entre 10.000 anos atrás. Naquela época, o que havia de mais civilizado, segundo os historiadores clássicos, eram os Cro-Magnon da Europa. Além disso, Mallery chama atenção de que para elaborar um mapa como aquele, Piri Reis precisaria de toda uma equipe perfeitamente coordenada e de levantamento cartográfico aéreo. Mas quem teria, naquela época, aviões e serviços geográficos?

O mistério continua: de onde vieram estes mapas? Quem cartografou o globo com uma acuidade que mal podemos conseguir hoje?

     
Bibliografia:
Grandes enigmas da humanidade, Editora Vozes – Luiz C. Lisboa & Roberto P. de Andrade;
 The Orygins of Man – NBC;
      Maps of the ancient seas – Charles H. Hapgood

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Até tu Brutus?


As vezes o poder dá a quem o tem, a ilusória sensação de ser intocável. A posição confortável e invejável desperta no indivíduo o ilusionismo de ser imbatível, tornando-se assim um inconseqüente.

Foi assim com Julio César, o maior homem da Roma republicana e expansionista. Em seus melhores dias, César adquiriu status, títulos, poder e popularidade. Motivado pelo conforto de seus privilégios, César passou a não medir as conseqüências de suas ações, não se deu conta que suas atitudes despertavam perículosa ira e a mais cega inveja em seus subordinados mais próximos.

Numa fatídica tarde, em pleno senado romano, caía por terra, de forma imbecil, o homem mais poderoso de Roma. César, aquele que se julgou Deus, ditador perpétuo, o amante da rainha Cleópatra do Egito, poderoso, temido, foi assassinado por senadores com estocadas de punhais, dentre os agressores, Brutus, seu próprio filho.

Quando César se deu conta de que ali era o fim de sua jornada, fitou com as vistas turvas seu filho entre seus algozes e balbuciou estas últimas palavras:


“Até tu Brutus, meu filho”?


Esta frase sobreviveu aos tempos, tendo a conotação de decepção, desapontamento e admiração negativa.

Sendo assim, nos atentemos ao exemplo de César, para policiarmos nossos atos, para quando formos líderes, chefes ou senhores, sejamos convenientes, providos de noção e cientes dos nossos limites.

Saibamos que a humildade, a ponderação e a cautela, são degraus que destinam à sabedoria, estes são alicerces fortes que edificam grandes homens. A prudência, os pés no chão, são componentes, complementares de sábias consciências. Não esqueçamos a humildade, atentemos para o fato de que para todas as coisas, são estabelecidos limites. Cuidado para não inflamarmos a ira e o desgosto de outros, pois toda ação produz reação.

Não nos iludamos com o abuso, com o fazer e acontecer, há ainda muitos César, mas também há muitos senadores e Brutus, ávidos, prontos para fazer cair por terra todos os "Césares" inconseqüentes e que erroneamente se julgam imbatíveis.

Por Mateus Brandão de Souza

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...